Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

25
Fev 00

 

                                                         
   Frederico Ozanam foi enviado para Paris, por seu pai, para estudar Direito e assim poder exercer advocacia.
   Porém o seu coração e gostos traíam-no frequentemente e as Letras perseguiam-no.
   Obediente, contudo, a seu pai, licencia-se, em fins de 1834 em Direito, e no ano seguinte, consegue a licenciatura em Letras.
   Terminado o doutoramento em Direito, em 1836, regressa a Lyon, grande cidade industrial, onde “em nenhuma outra parte, o homem precisa mais de Deus”. Terra de denso nevoeiro e de contradições, cidade dada ao misticismo que não esquecia os quarenta santos de Lyon e Viena, mas onde o egoísmo da burguesia rica e a miséria dos inúmeros pobres caminhavam, lado a lado, indiferentes.
   É nesta paisagem de contrastes violentos que evolui a vida de Ozanam.
   Tendo prestado juramento como “advogado do tribunal real de Lyon” sente-se feliz por ter, como bom filho, cumprido a vontade do pai.
   Contudo a sua alma recta e pura não podia satisfazer-se com o ambiente “irrespirável do tribunal”.
   Céptico em relação aos advogados e ao seu sentido de justiça, foi, certo dia, censurado pelo ministério público, em tom de mofa, pela ingenuidade em defender, com ardor, a causa dum indigente.
   Ozanam, indignado, não se conteve, e perguntou ao magistrado se para ele, o exercício da justiça e a defesa do pobre, não passavam duma comédia.
   Desconhece-se a resposta ou se chegou a ser dada.
   Decididamente, a barra dos tribunais não fora feita para ele. Não encontrava nela a paz de espírito nem de coração.
   E o seu desgosto era evidente, como escrevia a um amigo: “A justiça é o último asilo moral, o último santuário da presente sociedade. Vê-la rodeada de imundície é para mim motivo de indignação renovada, a cada instante …Este género de vida irrita-me; quase todos os dias regresso magoado do tribunal”.
 

 

publicado por aosabordapena às 15:50

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Fevereiro 2000
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
as minhas fotos
As minhas visitas
counter customizable Exibir My Stats
mais sobre mim
pesquisar