Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

29
Jul 00

       Frederico Ozanam não se limitava a visitar os pobres. Procurava indagar e compreender as causas profundas da sua indigência, causas nem sempre devidas à pouca sorte, às desgraças, à preguiça.

    O confronto entre o poder dos detentores do ouro e a carência dos marginalizados, traduzido em raiva e desespero, era feroz.

   Ozanam sonhava com um outro entendimento entre a indústria e a caridade.

     Da sua cátedra em Lyon, defende a humanização do trabalho, reclama a constituição de associações de trabalhadores, a atribuição dum salário que pudesse satisfazer as necessidades básicas da família e assegurar a educação dos filhos, direitos pelo quais se batia, de alma e coração.

    Procura que o operário seja tratado, não como uma máquina ou um escravo, mas sim como homem, colaborador do seu patrão.

    Luta contra a prestação de trabalho ao Domingo, já que tal contribuía para o não cumprimento dos deveres religiosos e dificultava as relações familiares.

   Advoga que, para melhor compreender os problemas sociais e proceder às reformas indispensáveis, interessa, não tanto o saber livresco, a teorização demagógica, mas sim «subir os degraus da casa do pobre, sentar-se à sua cabeceira, sofrer o mesmo frio que ele, entrar no segredo do seu coração desolado e da sua consciência destruída».

   Ontem, como hoje, o combate à pobreza, à exclusão social, à marginalização, deve ser um combate prioritário, em que o poder público se deve empenhar com seriedade, implementando políticas realistas e concretas, visando a sua eliminação.

  Tal não desobriga, obviamente, a sociedade civil, através das mais diversas formas, de se associar a este combate, que é de todos.

    Para isso, os vicentinos, empenhados que estão nesta luta, por um compromisso pessoal e voluntário, se esforçam, cada vez mais por alargar a sua obra, ajudando os que precisam, aliviando os que sofrem, em espírito de justiça e de caridade.

 

 

publicado por aosabordapena às 16:04

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Julho 2000
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
as minhas fotos
As minhas visitas
counter customizable Exibir My Stats
mais sobre mim
pesquisar