Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

08
Abr 02

 

 

Fim de tarde dum dia primaveril. Diante dos meus olhos, estende-se a imensidão do mar, cortada de onde em onde, por minúsculos barcos, vogando ao longe, na crista das ondas.

O marulhar das águas batendo nas rochas, quebra a quietude que me rodeia.

O cheiro intenso da maresia invade-me os sentidos e o pensamento voa até Vós, Senhor dos ventos, Senhor dos mares, da bonança e da tempestade.

E imagino-me nas praias do mar da Galileia, onde Vos encontro, prestes a embarcar “para a outra banda do lago”, depois de um dia de intensa actividade, de muitos quilómetros percorridos a anunciar o Reino de Deus.

A multidão que Vos segue embevecida, acena-Vos da praia, enquanto o barco lentamente se faz ao largo.

Jesus, extenuado, retribui. A multidão dispersa. É hora de regressar a casa.

Consigo, levam palavras de vida eterna, a alegria estampada nos rostos, corações a transbordar da graça divina e um desejo intenso de novamente O encontrar e seguir.

No meu silêncio, eu escuto os seus comentários e deixo-me contagiar pela sua alegria.

Como os discípulos de Emaús, sinto que o coração arde no peito e ouso pedir-Vos: “Fica comigo, Senhor, porque já se está a fazer tarde, já é quase noite”.

 


Abril 2002
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
as minhas fotos
As minhas visitas
counter customizable Exibir My Stats
mais sobre mim
pesquisar