Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

28
Nov 09

 

 

Promoveu o Secretariado Diocesano do Movimento dos Cursilhos de Cristandade, no passado dia 23 de Março de 2002, no Seminário Maior de S. José, um dia de espiritualidade e reflexão.

 Estiveram presentes 28 cursistas a quem foram propostos pelo Sr. P. Sobrinho Alves, como temas de reflexão, o que é ser Movimento e a caracterização do mundo de hoje. 

Reconhecida que é a importância dos Movimentos Apostólicos na construção do Reino de Deus, importa que as suas portas se abram à acção renovadora do Espírito Santo.

Movimento é, intrinsecamente, algo dinâmico, dinamizador, que deve extravasar. Não é, nem pode ser extático.

Também não é uma congregação nem uma confraria, sem demérito e desprimor para a importante acção específica que estas organizações desenvolvem.

É missão dos Cursilhos de Cristandade sair da catacumba espiritual onde por vezes se auto aprisionam, para estar ao serviço da Igreja em todos os ambientes.

A acção dos cursistas é, pois, na frente de batalha e não na sacristia.

É ir ao encontro das pessoas, fazer apostolado, isto é, implantar pelo testemunho, espírito de serviço, coerência de vida, os valores do Evangelho na sociedade, no ambiente familiar, no ambiente de trabalho, à mesa do café, nas associações políticas e sociais.

O mundo de hoje é um mundo de permissão total, de anarquia, carente de valores, violento, competitivo e intolerante, que vive em função do poder.

É um mundo que afasta e se afasta de Deus, para poder manipular livremente.

É um mundo de injustiças e desigualdades, individualista e falho de critérios morais, onde a cultura dominante é o endeusamento pessoal, o ter em detrimento do ser, a não-aceitação da verdade absoluta que é Deus.

É neste ambiente hostil, que os leigos, a quem alguém apelidou de “clérigos milicianos” e, em especial, os cursistas, devem ser o sal e o fermento evangélicos, e, com tolerância, prudência, sem fundamentalismos, ser instrumentos do Espírito de Deus que passa.

Diz Santo Agostinho: “Salva uma alma e terás a tua salva”.

Oxalá esta afirmação encontre eco no coração de todos os cursistas e seja a sua principal preocupação.

 

 

publicado por aosabordapena às 23:40

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
18
20
21

22
23
24
25
26
27



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
as minhas fotos
As minhas visitas
counter customizable Exibir My Stats
mais sobre mim
pesquisar