Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

30
Set 12


(Foto Net)



Outubro,

Mês de renovação,

Semeiam-se legumes e cereais

E limpam-se as fruteiras

Nos quintais.

É tempo de generosidade

De trabalhos e canseiras

Recolhem-se as uvas no lagar

E no pomar florescem romãzeiras.

No souto matizado de tons dourados,

Castanheiros de nobre porte

Deixam pender ouriços entreabertos

Donde a castanha curiosa,

Espreita, com altivez,

A natureza esplendorosa.

Nos jardins já preparados

Tulipas e jacintos

São plantados, com carinho,

E com cuidados redobrados

Limpa-se a roseira

Do ramo daninho.

Outubro,

Mês de renovação.

O céu está azul.

E Deus continua a gostar

Do que vê

Pois tudo é obra

Da Sua mão.

 

 

 

publicado por aosabordapena às 12:14

27
Set 12

 

 

O tempo

É choro, é riso,

É este momento,

O medo

De não ter mais tempo.

O tempo

É o abismo,

O mistério,

É envelhecimento

E o pressentimento

De que tudo tem um tempo.

O tempo é vida

É morte

É azar e sorte.

É a saudade

De entes queridos

Que, na sua voracidade,

Para longe levou.

O tempo

É o homem em movimento.

É uma graça,

Uma bênção,

Uma oportunidade

De conversão.

É Deus

Que nos tem na Sua mão.

 

 

publicado por aosabordapena às 19:04

Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
28
29



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
as minhas fotos
As minhas visitas
counter customizable Exibir My Stats
mais sobre mim
pesquisar