Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

08
Dez 02

 

 

É no silêncio do teu olhar, que pressinto o que a boca não diz e o coração oculta.

O teu gesto contido esconde um laivo de tristeza e de amargura, uma solidão resignada, um grito de alma abafado.

“A vida é uma farsa e o mundo cruel”, são convicções que te possuem, que te levam ao desespero, ao desânimo.

No teatro da vida, contemplas o desfile da mentira e da injustiça, da fome e da guerra, da opulência e da indiferença.

E sentes-te vazio. Um zero camuflado de revolta interior. Nas mãos, um pouco de nada.

Contudo, ao canto do olho, onde uma lágrima espreita, vislumbro um querer diminuído, mas não derrotado.

- Não percas a confiança, procuro balbuciar. Há irmãos nossos, sofrendo muito mais, e que não desistem. A sua fé ajuda-os a ultrapassar as dificuldades da vida. Lembra-te que Deus, nosso Pai, tudo providencia.

Não foi Ele que disse: “Qual é de vocês que, por mais que se preocupe, poderá prolongar um pouco da sua vida? Não estejam preocupados nem inquietos com o que hão-de comer e beber. Tudo isso procuram os que só pensam neste mundo, mas vocês têm um Pai que sabe muito bem do que precisam. Procurem primeiro o Reino de Deus que tudo isso vos será dado”. (Lc 12, 25, 29 a 31)

Calaram-se as palavras. E no meu e teu silêncio, a Palavra de Deus encontrou guarida, e um suave bálsamo aliviou a tua e minha angústia.

 

publicado por aosabordapena às 16:38

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Dezembro 2002
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
as minhas fotos
As minhas visitas
counter customizable Exibir My Stats
mais sobre mim
pesquisar