Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

04
Fev 03

 

Fátima, 13 de Maio de 2000. Os olhos e os corações dos portugueses estão sintonizados com Fátima. O ambiente era de exaltação e júbilo. Dois dos seus filhos iam ser elevados à honra dos altares –

Francisco e Jacinta Marto.

Apesar da idade avançada, apesar da debilidade física, João Paulo II ultrapassou todas as dificuldades, e veio pela terceira vez ao Santuário da Cova da Iria. Peregrino e devoto agradecido à

Virgem a quem agradece a vida, e para beatificar os pastorinhos.

Uma data sem dúvida memorável, que ninguém vai esquecer.

Recordemos as palavras de Sua Santidade:

“A Igreja quer, com este rito de beatificação, colocar sobre o candelabro estas duas candeias que Deus acendeu para alumiar a humanidade, nas suas noites sombrias e inquietas”.

Neste sentido e com o intuito de contribuir para aprofundar a sua devoção e pedir ao Senhor que apresse a sua canonização, recordamos que é no dia 20 de Fevereiro que se celebra o seu dia, ocasião propícia para relembrar as palavras que a Virgem Santíssima lhes dirigiu: “Rezai, rezai muito e fazei sacrifícios pelos pecadores, que vão muitas almas para o inferno por não haver quem se sacrifique e peça por elas”.

Francisco Marto nasceu em Fátima a 11 de Junho de 1908, e aí morreu a 4 de Abril de 1919, com 11 anos incompletos.

A sua pena era ver Jesus ofendido; o seu ideal consolá-Lo.

Passa horas seguidas na igreja, sozinho, ou retira-se para lugares solitários a fim de consolar Nosso Senhor. Pouco antes de morrer disse: “vou no céu consolar muito a Nosso Senhor e Nossa Senhora”.

Jacinta Marto, nascida também em Fátima a 11 de Março de 1910, faleceu num hospital de Lisboa a 20 de Fevereiro de 1920, com quase 10 anos.

A sua vida resumiu-se nisto: “rezar e fazer todos os sacrifícios possíveis para converter os pecadores e desagravar o Coração Imaculado de Maria”.

Muito sucintamente, estas são as características da espiritualidade dos Videntes de Fátima: a ânsia de consolar Jesus e o oferecimento de orações e sacrifícios pela conversão dos pecadores.

Que eles nos alcancem de Jesus e do Coração Imaculado de Maria que tanto amaram, as graças que lhes pedirmos por sua intercessão.

 

publicado por aosabordapena às 18:03

Fevereiro 2003
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

as minhas fotos
As minhas visitas
counter customizable Exibir My Stats
mais sobre mim
pesquisar