Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

08
Out 10

Foto de wwwdeolhonotempo.blogspot.com

 

 

Ei-la que cai, densa,

Agressiva e lesta.

Trazida pelo vento

Rapidamente

A terra encharca.

O ribeiro, adormecido,

Acorda estremunhado

E enfurecido

Corre em cachão.

De rompante,

Espraia-se pelas margens

Alaga terras

Invade casas,

Trazendo consigo

Desolação.

De abençoada,

A chuva,

Há muito esperada,

Em maldita se converte.

E impiedosa,

Continua a cair,

Indiferente

À dor de tanta gente.

 

publicado por aosabordapena às 22:29

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar