Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

28
Out 10

 

 

Abro o Notícias

Da última quinta-feira

De Outubro, mês soalheiro,

Prazenteiro,

Verdadeiramente outonal.

Orçamento, ruptura, negociações,

Assaltos à mão armada,

Idosos maltratados

Mantidos em cativeiro,

Corrupção descarada,

Desfalque de milhões,

Fazem a capa do jornal.

Funcionário camarário

“De reconhecida bondade,

Trabalhador discreto, mas eficaz,

Competente e disponível”,

Desaparecido, há uma semana,

Encontrado morto num pinhal.

A família, até ao momento,

Remeteu-se ao silêncio, diz-se.

Silêncio forçado? Consentido?

 Comprometido?

Na vizinhança,

Espantada pelo acontecimento,

Cresce a onda de incredulidade.

Crime, suicídio? Qual a verdade?

É este o tempo. O nosso tempo.

O tempo do meu País.

Sem tempo para a esperança.

Pouco tempo para ser feliz.

 

publicado por aosabordapena às 15:34

Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar