Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

14
Abr 12

 

 

Ressuscitaste, Senhor,

No alvor da madrugada

E um esplendor sem par

Rasgou o tempo

E fez história.

Ressuscitaste, Senhor,

Para me dizer

Com linguagem vitoriosa

Eloquente e silenciosa

Que o sofrimento

Não é um fim,

Mas um meio de chegar

À Tua glória.

Ressuscitaste, Senhor,

Para me arrastar

Com o Teu exemplo

E encorajar no caminho

Íngreme e pedregoso da vida.

Ressuscitaste, Senhor,

E deste-me razões para viver.

Por isso, Senhor,

Não me deixes ficar inebriado,

E à beira do caminho, descansado.

Mas faz-me correr

E a todos dizer

Que Tu, Senhor, vives

Eternamente.

 

 

 

 

publicado por aosabordapena às 17:48

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
as minhas fotos
As minhas visitas
counter customizable Exibir My Stats
mais sobre mim
pesquisar