Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

25
Mai 12

 

 

Sexta-feira.

Vinte e cinco de maio.

Os telejornais

Mostraram ao mundo

Imagens de horror

E relataram

Uma insuportável história

De repressão e dor.

Mais de cem pessoas,

Quarenta e nove delas

Crianças indefesas,

Foram selvaticamente

Assassinadas,

Pela brutalidade dum regime

Cego, surdo e mudo

Aos anseios de liberdade

Do seu povo sofredor.

Crianças de Al Houla

Cidade mártir da Síria

A quem foi roubado

O sonho e a esperança:

O vosso sangue derramado

Talvez não ponha fim

À complacência,

À impotência

Dum mundo insensível

À dor e sofrimento.

Mundo dominado

Por interesses económicos

Pela usura e ganância,

Mundo sem coração

Que não respeita

A vida humana,

Patético espectador

Da” banalidade” da morte,

Complacente com o agressor,

Agressivo

Com os deserdados da sorte.

O vosso sangue derramado

Pode não ser suficiente

Para mudar o rumo da história.

É contudo grito ensurdecedor

Seiva de esperança

Que clama justiça

E não vingança.

E um dia a Síria renascerá

E de terra queimada

Em campo de odoríferos jasmins

Se transformará.

 

 

 

publicado por aosabordapena às 22:22

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
18
19

21
22
23
24
26

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
as minhas fotos
As minhas visitas
counter customizable Exibir My Stats
mais sobre mim
pesquisar