Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

20
Out 12

 

 

 

Chama-nos, Senhor,

Para trabalhar na Tua vinha.

Faz-nos deixar “o barco e a rede

E o pai Zebedeu”.

Faz-nos percorrer os caminhos da vida

Proclamando que o “Reino do Céu está perto”,

Sem exigir nada em troca,

Pois quem “recebe de graça

Dá de graça”.

Que o “ouro, a prata e o cobre”

Não nos tolde a visão

E endureça o coração.

Contrata-nos, Senhor.

“Não nos deixes ficar

Todo o dia sem trabalhar”,

Mas manda-nos “anunciar a Boa Nova

De aldeia em aldeia”.

Inclui-nos, Senhor,

Numa nova “Missão dos 72”

E envia-nos a dizer

Que Cristo, Pessoa viva

Mata a sede do coração.

Dá-nos coragem para enfrentar

Os “lobos” do mundo

Que espreitam no fim da vereda,

E, quando extenuados, faz-nos descansar

Em qualquer Sicar

Junto ao poço de Jacob,

E beber da “água viva”

Para “nunca mais ter sede.”

Dá-nos o entusiasmo da Samaritana

Para anunciarmos

Que “a beleza de Cristo

É um choque, uma colisão

Que captura o coração.

(Mt 4, 10, 20; Lc 9; Jo 4)

 

 

publicado por aosabordapena às 10:22

Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar