Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

05
Jan 14

 

Foto Net 

 

 

«O frio é a minha morada»

Minha dor, meu sofrimento

Uma vida sem vida

Um eterno tormento.

Anoitece.

A noite é longa. É sombria.

Aconchego-me nos meus “abafos”

E espero o novo dia.

Ei-lo que aparece

Envolto em neblina.

O dia é meu amigo

Traz consigo vida

E renova a esperança

Que nunca esmorece

No coração dum sem-abrigo.

Os carros passam.

As pessoas falam, gesticulam.

Algumas moedas tilintam

E um sorriso balbuciado

Aflora, envergonhado

Neste rosto de barba hirsuta.

Meus olhos estão cansados.

E a vida, traiçoeira, astuta

Corre veloz pela estrada.

Ó minha vida sem vida

“O frio é minha morada”.

 

 

publicado por aosabordapena às 21:24

Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar