Um singelo espaço de reflexão pessoal. Lugar de afectos, espiritualidade e outras coisas da vida.

01
Dez 09

 Rio Baceiro - Imagem Flickr

 
A Serra da Costa Grande invade o território de Vilarinho, freguesia de Espinhosela, concelho de Bragança. Nas suas faldas cruzaram-se muitas vezes a Guarda-fiscal e os contrabandistas que lutavam por uma vida melhor e por elas passaram muitos homens e mulheres "a salto", "sem papéis" que procuravam novos mundos e melhores condições de vida.
A seus pés, corre, por entre desfiladeiros apertados, o rio Baceiro que irriga os lameiros adjacentes e os terrenos, outrora, férteis e que eram estrumados com esterco trazido dos currais ou pelos detritos das ovelhas que aí permaneciam semanas a fio, e onde se cultivavam a batata, o milho etc. e que eram o celeiro dos habitantes de Vilarinho.
Nas suas águas límpidas como gostava de pescar trutas o meu saudoso pai!
Na minha memória parece-me ainda ouvir o belo e dolente “chiar” dos carros de bois que, penosamente, subiam as sinuosas e íngremes curvas do caminho, carrejando  batatas, feno, centeio e pedra para a construção de casas.
No seu dorso, juntamente com o meu pai, e alguns dos meus irmãos, a quem quero homenagear com o título escolhido, plantámos pinheiros ao serviço “da Floresta”.
Estávamos na década de 60. Havia deixado o Seminário das Missões em Tomar. Eram tempos difíceis e de penúria. A família era grande: pais e seis irmãos. A noite era a nossa companhia. O uivar dos lobos e das raposas, o nosso divertimento.
Felizmente, a vida, graças a Deus e fruto de muito trabalho e sacrifícios, foi-se modificando para melhor.
Bragança,Lumege e Luanda em Angola, Porto, Mem Martins e S. Domingos de Rana são ou foram paragens da vida onde estiveram ou ainda estão os meus afectos.

 

publicado por aosabordapena às 22:16

Que rico imaginário do passado sempre presente! Parabéns!
Viva Duarte Nuno, é com esta nossa história que nos sentimos vivos, capazes de enfrentar tempos difíceis, cabeça erguida face à adversidade. Também se passaram comigo tais cenários que evoca, ainda que geograficamente distintos, mas que bem poderiam ser observados pelo olhar da "COSTA GRANDE".
Um abraço e, mais uma vez, parabéns pela ousadia de VOZ!
Francisco Alves
Francisco Alves a 3 de Dezembro de 2009 às 12:12

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
17
18

20
21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

as minhas fotos
mais sobre mim
pesquisar